[an error occurred while processing this directive]

Negócios

02/03/12 | 12:02 - Atualizado em: 02/03/12 | 12:02

Diminuição da dívida interna é concentrada em bancos

A redução da dívida interna do governo federal foi concentrada em papéis nas mãos de instituições financeiras, segundo dados do Tesouro divulgados nesta sexta-feira (2/3).

Brasil Econômico redacao@brasileconomico.com.br
A dívida nas mãos de instituições financeiras recuou de R$ 561,16 bilhões em dezembro para R$ 514,65 bilhões no mês passado

Em janeiro, a dívida pública federal interna atingiu R$ 1,7 trilhão, recuo de 3,2% ante o mês de dezembro.

A dívida nas mãos de instituições financeiras caiu de R$ 561,16 bilhões em dezembro para R$ 514,65 bilhões no mês passado. Com isso, a fatia da dívida pública nas mãos dos bancos caiu de 31,47% para 29,85%.

Já os fundos de previdência viram sua participação passar de 11,35% para 11,92%. Mas em termos absolutos, a dívida com esses fundos também reduziu, ao passar de R$ 274,84 bilhões para R$ 246,61 bilhões.

Os títulos nas mãos de fundos controlados pelo governo, (como o Fundo de Amparo ao Trabalhador, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e o fundo soberano) somou R$ 151,37 bilhões, redução de 3,5%.

Do total da dívida pública federal interna, 11,9% ficou nas mãos de estrangeiros - ante 11,35% no mês anterior. Essa dívida somou R$ 205,6 bilhões, 1,6% acima do registrado no mês passado.

Já a dívida nas mãos de seguradoras e outros investidores somou 7,9% do total.

[an error occurred while processing this directive]